quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Emissoras já começam a disputar direitos das Olimpíadas de 2020

http://natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20120808165335.jpg

As Olimpíadas de Londres ainda estão no ar, mas diretores de emissoras brasileiras já estão de olho na competição de 2020.
Globo e Record se preparam para dividir as transmissões da Olimpíada de 2016, que será no Rio, mas já se armam para tentar adquirir a exclusividade dos Jogos daqui a oito anos, ainda sem país sede definido.
 
De acordo com a coluna Outro Canal, uma luta que pode custar muito caro.
 
Os direitos das Olimpíadas valorizam muito rápido. Pelos Jogos de Atenas, em 2004, a Globo pagou cerca de US$ 5 milhões. Em 2008, a mesma emissora transmitiu a Olimpíada de Pequim após desembolsar algo em torno de US$ 15 milhões.
 
Já a transmissão de Londres, arrebatada pela Record com exclusividade total, custou US$ 60 milhões.
 
O mais surpreendente foi para 2016. As Olimpíadas do Rio de Janeiro custaram US$ 200 milhões, adquiridas pela Globo, Record e Band.
 
Vale ressaltar que a rede de Edir Macedo comprou os direitos da Olimpíada atual seis anos antes da competição acontecer. Por isso, a disputa por 2020 já começou.
 
Segundo o jornal "Folha de S.Paulo", comenta-se no Comitê Olímpico Internacional (COI) que a oferta inicial pelo evento gira em torno de US$ 250 milhões.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Você Gostou do Programa"Encontro com Fátima Bernardes"?

Sinal Aberto!

Televisão Ao Vivo

Promoção Adidas

NOTICIAS DE ESPORTES

NOTÍCIAS DO CINEMA