terça-feira, 16 de abril de 2013

Presidente de clube acusa Globo de não pagar para transmitir a "Superliga"


http://natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/2cb49a81d26762ad6de67fee4277a9f4.jpg






O dono do Grupo Sada, Vittorio Mediolli, patrocinador do time de vôlei do Cruzeiro, está fazendo graves acusações à Confederação Brasileira de Vôlei e à Rede Globo.

Segundo um e-mail enviado por ele no último domingo (14), logo após a final da Superliga masculina de vôlei, que sagrou o Rio de Janeiro como campeão, Vittorio vociferou contra tudo que acha errado na ligação entre CBV e Globo.

O e-mail, que foi trazido à tona pelo blog "Saque", do "Lance!Net", diz: “Os times por imposição de CBV/Globo não possuem nome, quem decide o nome ridículo do time é a rede que levou os direitos televisivos, sem pagá-los aos clubes. Pelo menos, pagasse para fazer o que quer!”.

Em outro trecho, ele acusa a Globo de dificultar a entrada de patrocinadores nos times, já que a emissora só prestigia os seus patrocinadores: “Nem meu time, dispondo do atrativo de títulos nacionais e internacionais conseguiu algum patrocinador. Perdeu ou só sobrou o BMG que pagava R$ 600 mil por uma temporada inteira. Não se sentiu retribuído pelo titulo mineiro, nacional e Sul Americano!”.

Em mais um trecho, ele reclama da forma como as finais do torneio são feitas, tudo por imposição da Globo: “A final da Superliga se disputa numa manhã de domingo. A grade não permite outra solução. A rede de tevê determinou, ponto final. No exterior é a melhor de 3 ou de 5 jogos, aproveitando a importância da decisão para dar retorno aos patrocinadores e satisfação aos torcedores, vender camisas, dar visibilidade a quem investe”.

Procuradas, Rede Globo e a CBV não quiseram se pronunciar sobre o caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Você Gostou do Programa"Encontro com Fátima Bernardes"?

Sinal Aberto!

Televisão Ao Vivo

Promoção Adidas

NOTICIAS DE ESPORTES

NOTÍCIAS DO CINEMA